José Eduardo Barboza entrevista

Entrevista com José Eduardo Barboza

Com mais de 10 anos de experiência no mercado o sommelier José Eduardo Barboza é referência no setor pelo seu vasto conhecimento e profissionalismo, além de possuir um carisma ímpar. Por isso, a entrevista do mês na Única é dedicada a ele.

  • Conte pra gente como você entrou no mundo do vinho?

Desde sempre tive grande afinidade com a gastronomia, primeiro por influência da minha mãe que foi uma cozinheira especial, depois por sentir grande prazer nos almoços de trabalho e família quando tinha que escolher os vinhos para acompanhar a refeição. Isso se tornou um hobby e decidi estudar um pouco mais, quando em 2001 fiz um curso básico de vinhos para aprender sobre os detalhes da bebida e escolher melhor minhas garrafas. Participei de muitas degustações como enófilo, conheci alguns rótulo e entendi a grande diversidade de estilos, produtores, preços, que permitiam várias combinações interessantes.

De forma resumida, posso dizer que fiz uma transição de carreira planejada. Depois de 20 anos como executivo de negócios no segmento de serviços, percebi a necessidade de mudança e novos desafios. Foi nesse momento que contratei um aconselhamento profissional, que como resultado, a área de alimentos e bebidas ficou em destaque novamente.

Em 2012 pesquisei as escolas disponíveis na época e decidi pela formação como Sommelier Profissional da ABS-SP. Entrei num ano sabático, dedicado quase que exclusivamente ao estudo, nesse período mergulhei com tudo no mundo dos vinhos.

Antes mesmo de estar formado já comecei a trabalhar como freelancer em eventos. O primeiro trabalho efetivo como Sommelier foi numa importadora de alimentos e bebidas, diferente da maioria dos colegas só fui trabalhar em restaurante anos mais tarde.

  • Além de outras atividades, como Diretor e Professor da ABS, hoje você também atua como Sommelier em uma importadora com representação tanto no Brasil, como no Reino Unido. Quais são suas atividades? Pode contar aos nossos leitores o que um Sommelier em uma importadora mais faz?

Sim, concilio as atividades educacionais e direção da Associação Brasileira de Sommeliers e as responsabilidades como Sommelier Sênior na Berkmann Wine Cellars Brasil, importadora nascida no Reino Unido em 1964, e atuante no Brasil desde 2015.

As atividades costumeiras de um Sommelier em importadora estão conectadas com as áreas de marketing, vendas, wine education e importação.

Sendo mais direto, o Sommelier elabora material para as ações de marketing interno e externo, como conteúdo para as redes sociais, Instagram, Linkedin, Facebook, etc. Seleção de produtos para campanhas sazonais, apoio a equipe comercial em visitas técnicas, sugestões de produtos para compor carta de vinhos especificas. Preparando e ministrando cursos de vinhos para colegas e clientes, treinamento das brigadas de restaurantes e lojas de vinhos, assim como para os parceiros comerciais distribuidores de bebidas. Elaboração das fichas técnicas dos vinhos e outras bebidas, Wine Dinners e degustações dirigidas. Contato com os produtores, avaliação e seleção de vinhos para o portfólio, acompanhamento de enólogos e representantes das vinícolas em visita ao país.

Como você pode ver são muitas atividades, e a depender da organização da importadora e qualificação do profissional as responsabilidades terão caráter mais operacional ou estratégico.

  • Ainda sobre a atividade de um Sommelier, o que você acredita serem os diferenciais de um bom profissional nos dias de hoje? E quais as maiores adversidades?

Todos profissionais de destaque no mercado mostram algumas características comuns, sempre com qualificação bastante elevada, certificações internacionais, dois ou três idiomas, capacidade de resolver conflitos, excelente rede de relacionamento, e grande senso comercial.

Um dos maiores desafios é se manter atualizado sobre as mudanças do mundo do vinho, legislação de cada país produtor, tendências do mercado nacional e internacional.

  • A Berkmann tem trabalhando de forma bastante intensa em seu portfólio. Quais novidades podemos esperar da empresa para o futuro?

A Berkmann é conhecida pela capacidade de construção de marcas. No Reino Unido reúne produtores de grande peso. Esse reconhecimento internacional nos dá uma grande capacidade de atração dos produtores de categoria premium.

Neste último ano a Berkmann tem buscado reforçar sua presença no território nacional, o plano não é ser a maior, mas sim se consolidar como uma das melhores importadoras e distribuidoras de bebidas do Brasil.

Temos no portfólio marcas importantes como Antinori, Viña Montes, Bodegas Valdemar, Covela, Tecedeiras, Famiglia Cotarella, Simonnet-Febvre, Haras de Pirque, M. Chapoutier, dentre outras.

A tendencia é crescermos de forma significativa nos próximos anos, diversificando as origens dos produtos e complementando o portfólio das regiões tradicionais. Sempre trabalhamos com planejamento de longo prazo, e isso nos remete a melhorar a estrutura física, de serviços e principalmente de pessoal. A espelho do que acontece no Reino Unido, teremos um braço da operação dedicado a Educação, acredito que esse será o grande diferencial da Berkmann para o mercado.

  • O que o José Eduardo de hoje diria para o José Eduardo do início da sua carreira?

Esse é sempre um exercício interessante, mas considerando o que sei hoje diria para minha versão mais jovem trocar de profissão mais cedo e me dedicar ao mundo da Enogastronomia quando os primeiros sinais surgiram. Mesmo com todas as dúvidas que cercam toda transição e desafios que enfrentei tenho certeza que foi a melhor decisão em todos os sentidos, pessoal e profissionalmente.

Abra um bom vinho e brinde a vida!

Saúde.

Assinatura Vinhos Única Jessica Marinzeck

Destaques

CX no mundo do vinho. Existe mesmo?
, ,

CX no mundo do vinho. Existe mesmo?

O CX no mundo do vinho. Veja como colocar o cliente no centro das estratégias transforma a experiência de degustação e fideliza consumidores.
Grécia: dos encantos da mitologia ao vinho
, ,

Grécia: dos encantos da mitologia ao vinho

Descubra como os vinhos gregos refletem a história e a cultura desse país fascinante, desde os deuses antigos até os modernos vinhedos.